Lisboa e Rota das Tapas

Num dia destes apeteceu-nos caminhar e apreciar a cidade. A Sofia é totalmente apaixonada por Lisboa e gosta de conhecer todos os seus cantinhos. E claro, o Sérgio acompanha.

img_0603-2

Começámos no Cais do Sodré, subindo a Rua das Flores até ao Largo Camões.

img_0604-2img_0605-2

(O mais curioso é que a Estátua do Largo, o poeta Camões, foi inaugurada a 9 de Outubro de 1867 e nós estivemos exactamente 149 anos depois no local.)

img_0609-2

Continuámos a subir, queríamos relaxar e com uma boa vista sobre a cidade.

img_0611-2

O Miradouro de São Pedro de Alcântara era o destino, a paragem perfeita. Estava um sol de Outono que valia a pena aproveitar.

img_0627-2

img_0613-2

img_0671-3

Depois do repouso e deu-nos a gula … E descemos novamente. Adivinham onde?

Passámos pelo Largo Trindade Coelho e pela Estátua de homenagem aos Cauteleiros.

img_0677-2

E claro, fomos à Loja da Magnum. Ainda não tínhamos tido oportunidade de ir.

img_0678-2

img_0680-2

E que overdose de doces! Achámos um máximo o conceito e a variedade de opções. Mas as filas são enormes e metade dos ingredientes cai do gelado (mas não restou nada!).

img_0686-2

Seguimos depois para o Largo do Carmo. Queríamos ir a outro Miradouro.

img_0691-2

img_0695-2

img_0698-2

Contornámos as Ruínas do Convento e tcharãaaa … O Miradouro do Elevador de Santa Justa.

img_0704-2

img_0731-2

img_0736-2

E não nos perguntem o porquê, mas neste dia, a subida ao miradouro era gratuito (que normalmente custa 1,5€) e nós nunca dizemos que não a borlas!

img_0713-2

img_0745-2

Terminámos o dia na Rota das Tapas, que já à muito tempo queríamos fazer. Já não tínhamos grande orçamento mas queríamos experimentar pelo menos 2 tapas que nos despertaram o interesse. (O Sérgio na verdade também queria era beber uma cervejinha!)

A primeira paragem foi no Gallassa Café e como tapa podemos degustar um Mini Burguer de Salmão. A acompanhar, duas Estrellas pois claro. Curiosidade? A Sofia não gosta de cerveja mas entrou na onda e bebeu até ao fim.

img_0752-2

Já se fazia tarde e como não queríamos perder muito tempo à procura da melhor tapa, acabamos por escolher uma que nos deixasse água na boca e que ficasse a caminho do Cais do Sodré, uma vez que ainda íamos para a outra ponta da cidade de transportes!

A escolha recaiu pelo restaurante Storik que tem como tapa um belo Corneto de Chouriço. Um espaço relativamente pequeno mas agradável. Por lá ficamos durante uma meia hora, a degustar a tapa e a beber uma loira espanholita.

img_0756-2

Foi esta a nossa experiência. Duas tapas e duas cervejas. Esperamos repetir e coleccionar mais uns quantos carimbos, se não este ano, para o outro certamente!

img_0758-2

Até ao próximo post,

Sofia e Sérgio

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s