¡Hola, Madrid! # Dia 1/3

– ‘Tou? Vou-te enviar uma fotografia para o WhatsApp, ok? Acabei de cometer uma loucura!

– Mas o que é isto Sofia?

– Bilhetes de autocarro para Madrid!


Desta vez foi a Sofia a fazer a surpresa. Já tínhamos conversado sobre tirar uns dias e ir a algum sítio fora de Portugal. E num certo dia, depois de sair do trabalho, cometeu a loucura.

Fomos de autocarro, pela Eurolines. Como comprámos com muita antecedência os bilhetes, ficaram por 82€ (ida e volta para 2 pessoas). Fomos num fim-de-semana prolongado e as tarifas de avião e comboio estavam altíssimas. Arriscámos! Viajámos durante a noite, pensando nós que íamos dormir tranquilamente durante a viagem. Mentira! Foi o pesadelo total: umas pessoas queixavam-se que estava frio no autocarro, outras calor, outras roncavam, umas eram mal educadas e esticaram o banco todo para cima de nós, não há quase espaço para as pernas, doía-nos o traseiro … A viagem foi tão longa e desconfortável, que chegámos lá e só queríamos dormir. Se compensou pelo dinheiro? Óbvio que sim. Já na rapidez, no cansaço … Não! Vamos repetir? Só num caso muito extremo!

Saímos de Lisboa às 22h e chegámos às 10h da manhã a Madrid. O autocarro partiu com um atraso de 1h em Lisboa e perto de Madrid também se atrasou por causa do trânsito.

Chegámos ao hotel – Apartamentos Órion – e não nos atirámos para a cama (que nos apetecia tanto!). Partimos à descoberta! Ficámos num hotel muito simples, no centro da cidade, com direito a pequeno-almoço. Não era um hotel de sonho, mas era limpo, que nos permitia ir sempre a pé para todo o lado, a zona era muito boa e tinha uma kitchenette.

dscf0001-2

Madrid é uma cidade de topografia plana, onde é possível caminhar quilómetros, sem nos apercebermos. Era Verão, estavam mais de 40ºC e derretíamos ao sol. Admitimos que foi difícil andar assim. As noite foram igualmente quentes e nunca se sentiu uma aragem fresca.

No entanto, esquecemo-nos um pouco estas complicações, porque a cidade é fantástica e sentimo-nos em casa.

dscf0007-2

dscf0014-2Monumento a Blas de Lezo

dscf0022-2

dscf0024-2Puerta de Alcalá

A Puerta de Alcalá é um monumento situado na Praça da Independência, foi mandada construir em 1778 pelo rei Carlos III, para servir como porta de entrada da cidade. O arquitecto da obra foi Francisco Sabatini.

dscf0032-2

dscf0042-2

dscf0036-2Palacio de Telecomunicaciones, Plaza de Cibeles

O Palácio de Cibeles, como é mais conhecido, foi construído no inicio do século XX, ao estilo Neogótico, pelos arquitectos Antonio Palacios e Joaquim Otamandi. É um edifício grandioso que lembra um misto de catedral – foi apelidada pelos contemporâneos de Nossa Senhora das Comunicações – e de fortaleza.

 dscf0080-2

dscf0066-2

Foi concebido para albergar os serviços de comunicações da altura: correios, telégrafo e telefone. Claro que actualmente os serviços deixaram de ter utilidade e agora é um Centro Cultural.

dscf0083-2

dscf0084-2

E tem um miradouro fantástico sobre toda a cidade. A entrada no edifício é gratuita, mas para subir ao miradouro é necessário bilhete, que devem comprar fora do edifício, logo à entrada.

dscf0087-2

dscf0098-copia-2

O miradouro é 360º sobre a cidade e ainda tem a explicação dos edifícios mais importantes.

dscf0116-2

dscf0107-2Torres de Colón, Arquitecto Antonio Lamela Martinez, 1967-1976

dscf0124-2

Saímos do Palácio e fomos caminhando pelo Paseo del Prado.

dscf0130-2Museu do Prado, arquitecto Juan de Villanueva, 1819

dscf0143-2

Fizémos uma paragem e claro que tivémos que experimentar uma paella. Estava óptima!

15126186_1158099687578777_1531225984_o (2).jpg

15127343_1158100294245383_1137889238_o (2).jpg

Seguimos caminho para um dos edifícios que a Sofia estava mais curiosa por visitar – Caixa Fórum.

dscf0145-2

Infelizmente estava a decorrer um evento e para além de não se puder entrar, o piso térreo estava vedado e tapado.

dscf0148-2

dscf0149-2

A CaixaForum era antigamente uma central eléctrica, que os arquitectos suecos Herzog & de Meuron quiseram preservar. A sua obra iniciou em 2003 e terminou em 2008. Actualmente é um espaço cultural e social.

dscf0146-2

dscf0161-2

E pertinho está o Museo Reina Sofia (Que nome bonito!) e que ironicamente foi inaugurado no ano de 1992!

dscf0174-2

“O edifício principal constituía um austero e antigo hospital setecentista, projectado primeiramente por José de Hermosilla e, posteriormente, pelo arquitecto Francesco Sabatini. Somente em 1980, se realizam novas extensões e grandes renovações e, em 1988, oito anos mais tarde, parte do museu foi aberta ao público. Este ano foi de grande importância para o museu, pois foi decretado museu nacional. Em dezembro de 2001, o museu iniciou a sua última remodelação e grande amplificação, conduzida pelo francês Jean Nouvel. A nova área foi inaugurada a 26 de Setembro de 2005.” (texto retirado do Wikipédia)

dscf0180-2

O Museu é realmente bonito e enorme (!), mas o cansaço começou a aparecer nesta fase do dia. Estávamos de rastos e já não conseguimos ver totalmente o último piso. Eram demasiados quadros, bolas!

dscf0192-2dscf0193-2

A Estação Ferroviária de Atocha é uma das estações mais importantes de Espanha. É um edifício construído essencialmente em ferro e em vidro, projectado por Alberto Palacios, com a ajuda de Gustave Eiffel, em 1851.

dscf0196-2

O Sérgio tem um amigo que está a viver em Madrid e que ia estar connosco durante estes três dias. Foi também uma maneira de a Sofia conhecer o Miguel e de o Sérgio o visitar e ver de perto como estava a ser a sua aventura por terras espanholas.

Combinámos encontrar-nos no Parque del Retiro, que é sem dúvida um dos pontos mais visitados por turistas e frequentado pelos espanhóis. Os espanhóis não gostam muito de estar por casa (pelo menos foi essa a ideia com que ficámos) e por isso é normal vermos imensos grupos de jovens ao final do dia.

dscf0199-2

Infelizmente, o Sérgio estava com uma insolação nas pernas e já mal se conseguia mexer, foi um dia difícil para ele. Fica para a nossa história de Madrid que comprou um calipo de morango para hidratar a pele, tal era o ardor e o inchaço que tinha(!)

dscf0211-2

Voltando ao parque, é sem dúvida bastante bonito, quem quiser explorá-lo tem que o fazer numa tarde. Aconselhamos que passem pelo lago, onde podem andar num “barquinho” a remos e que espreitem o Palácio de Cristal. É deslumbrante!

dscf0214-2

dscf0219-2

O Palácio de Cristal foi construído, em 1887, com a finalidade de servir como estufa para o cultivo e a manutenção de plantas exóticas. O projecto foi realizado por Ricardo Velázquez Bosco e Alberto Palacio.

dscf0227-2

dscf0232-2

O nosso dia acabou numa farmácia, o Sérgio precisava de se recompor porque o dia seguinte iria ser duro. Toledo, aqui vamos nós!

Até ao próximo post!

Sofia e Sérgio

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s