Hei Helsinki! # Dia 2/6

Acordar, vestir mil camadas de roupa, pequeno-almoço, vestir mais mil camadas de roupa, sair de casa e vestir mais umas quantas camadas de roupa. Entrar no metro e tirar gorro e luvas, sair do metro e voltar a pôr luvas e gorro. Passei o dia nisto. Aliás a semana! Sim, foi chato. Em Portugal quantas vezes saiu a correr de casa com o casaco na mão, na Finlândia não dá de todo, pois todas as extremidades do corpo começam a gelar em segundos.

Foi o meu primeiro dia by myself. É óbvio que nunca me senti totalmente sozinha, porque efectivamente nunca estive sozinha na Finlândia. Mas estar num país onde não se percebe uma única palavra que dizem e passear o dia todo sem ninguém é completamente diferente.

Fui muito bem recebida. Aliás, senti-me em casa (e nada como uma musiquinha portuguesa ao acordar para me fazer sentir no meu doce lar).

Comecei o meu percurso novamente pela Catedral de Helsínquia ou Helsingin tuomiokirkko/Suurkirkko.

img_1754-2

img_1751-2

Segui direitinha até à Catedral de Uspenskin ou  Uspenskin katedraali, estava em pulgas.

img_1761-2

Mas primeiro parei pelo Marina. Forçadamente claro, porque não sabia onde era a entrada da Catedral e andei um pouco às voltas!

img_1772-21

 Chegando à Catedral … wow!

img_1778-2

Catedral Uspenski é a maior igreja ortodoxa da Europa Ocidental e é um dos símbolos mais evidentes da ocupação russa na Finlândia. Foi construída entre 1862 e 1868 e projectada por Aleksey Gornostajev, com base numa igreja do século XVI, próxima de Moscovo.
2
img_1792-2
O seu interior é muito rico, totalmente diferente das outras igrejas de Helsínquia. Vale a pena a visita, que é gratuita. 
img_1782-2
img_1787-2
img_1783-2

A caminhada foi retomada. Era hora de ir almoçar com a Inara e ainda queria passar por uns locais engraçados da cidade.

img_1777-2
Uma curiosidade: os finlandeses almoçam cedissímo, tipo muito cedo mesmo – 11h/12h. What? Sim, isso mesmo, quando estamos a comer o lanche da manhã. Lá, 13h já é muito tarde para almoçar. Ao almoço costumam ir a buffets e os preços variam entre os 10-15€ (o mais acessível claro). Normalmente ao jantar comem algo mais leve e prático. Ah, e a água é oferecida nos restaurantes.
img_1802-2

Aleksanterinkatu

img_1806-2

Teatro Nacional Finlandês ou Suomen Kansallisteatteri

img_1812-2

Ateneum

img_1817-2img_1808-2Estação de comboios ou Rautatientori

img_1829-2

Depois do almoço, fui a uma pequena-grande maravilha – Kampin kappeli ou Capela de Kamppi. Tem uma forma estranha, sim tem. Mas é um pequeno tesouro ali perdido no meio da confusão da cidade. Fiquei rendida à paz que ali se presenciava, apesar de não ser cristã-praticante, aquela capela consegue cativar qualquer crente.

img_1819-2

É um projecto recente, de 2012, do atelier K2S Architects.

“As fachadas são feitas de pranchas de madeira de abeto que são tratadas com uma cera transparente pigmentada. A estrutura construtiva consiste de madeira laminada.” ( texto retirado de archdaily)

img_1827-2

“O espaço sacro é um ambiente calmo no qual o agitado bairro de seu entorno parece distante. A luz que escorre pela superfície curva e a sensação de materiais quentes definem o ambiente. As paredes internas curvas da capela são feitas de pranchas grossas de amieiros. Já a mobília é feita de madeira sólida.” (texto retirado de archdaily)

img_1823-2

Sentei-me ali durante alguns minutos. Pensei em mil e quinhentas coisas. Estar sozinha (não confundir solitária) é um prazer também.

img_1832-2

Depois aconteceu uma peripécia engraçada. Perguntei à Inara onde era o museu do Design e ela percebeu que era o de Arte Contemporânea … ou seja, fui ver umas coisas assim meio para o absurdas. Se forem muito adeptos de Arte Contemporânea vão, mas se não forem, serão 12€ gastos em vão.

img_1836-2

O Museu de Arte Contemporânea – Kiasma é o museu mais visitado da Finlândia. O edifício do museu foi planeado para uma duração de 40 anos. Inaugurado em 1998, foi o arquitecto americano Steven Holl o escolhido para o projectar, entre mais de 500 propostas.

img_1872-2

O próprio edifício já é em si uma exposição. Tem rampeados brancos, paredes inclinadas e um labirinto de salas escuras que contêm objectos sinistros. A sua principal característica é a sua iluminação natural, mesmo em dias cinzentos.

img_1837-2

Aconselho a ler a explicação da obra que estão a ver depois e fará todo o sentido aquilo que viram. Se não o fizerem, não perceberão a intenção do artista e sentir-se-ão à nora e a perguntar-se ‘mas porque raio estou aqui?’

img_1841-2

img_1861-2

Apesar de todas as coisas estranhas que vi, muitas coisas ficaram na minha memória. Bom sinal? Sim, acho que me arriscaria de novo a ir.

Segui caminho.

img_1875-2Helsinki Music Centre ou Musiikkitalo

img_1884-2

img_1887-2

(Cara de frio, daquele que chega a todas as entranhas, mas sempre com um sorriso estampado no rosto.)

img_1895-2Finlandia Hall ou Finlandia Talo Huset Hall

O edifício do Finlândia Hall de Helsínquia, projectado por Alvar Aalto (1898-1976), integrava-se no plano executado por este arquitecto para o centro da cidade. Neste plano Aalto previa a construção de uma plataforma, pontuada por uma série de equipamentos, ao longo do limite oriental da baía de Tölöö. Esta frente urbana rematava numa grande praça e parque de estacionamento, erguidos sobre as linhas de caminho de ferro, que confrontavam com a estação central. Iniciado em simultâneo com o projecto para Museu Alvar Aalto, a construção deste edifício arrastar-se-ia durante longos anos, sendo terminado somente em 1977, após a morte do seu autor. Constituiu por isso o último grande projecto de Alvar Aalto” (Texto retirado de Infopédia)

Sim, arrependo-me profundamente de não ter entrado. Ficará para outra visita.

img_1890-2

img_1899-2Baía de Tölöö

Não terminei aqui o dia, era ainda muito cedo. Depois foi final de tarde de meninas e deambular pelas ruas de Helsínquia com a amiga.

Até ao próximo post,

Sofia

Anúncios

One thought on “Hei Helsinki! # Dia 2/6

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s