Hei Helsinki! # Dia 4/6

Não perdi o barco desta vez, ufa. Ia ser um dia só meu, o último dia pela cidade de Helsínquia. O dia para variar estava cinzento e com muito frio. O vento gelado cortava as minha bochechas às fatias, mas não sai da proa do barco para a ilha de Suomenlinna.

IMG_2010 (2)

IMG_2013 (2)

É super fácil apanhar o barco para a ilha. Basta irem até ao cais – Kauppatori – e entrar no  barco, caso tenham já o bilhete. Há barcos de meia em meia hora, mais ou menos. Os minutos que faltam para as próximas partidas estão num placard à entrada do barco.

Coincidências das coincidências, conheci duas portuguesas no avião e depois voltámo-nos a encontrar aqui na ilha. E regressámos no mesmo avião também!

IMG_2033 (2)

A ilha fortaleza foi originalmente chamada de Sveaborg, em sueco, ou Viapori, na tradução fonética para o finlandês. Em 1808 teve início a Guerra na Finlândia e o exército russo consegue conquistar a fortaleza. No ano seguinte a Suécia perde o seu território da Finlândia para a Rússia.

IMG_2049 (2)

Em 1855, na Guerra da Crimeia, as ilhas foram bombardeadas durante 2 dias consecutivos e ficaram severamente danificadas. No século seguinte, foram feitos alguns reparos e reconstruções, mas a fortaleza continuou em decadência. Em 1918, após a independência do país, Viapori foi tomada pelo governo finlandês e rebaptizada como Suomenlinna.

IMG_2061 (2)

Hoje em dia cerca de 850 pessoas vivem na ilha, que é um importante destino turístico finlandês e figura na lista de Patrimónios Mundiais da Unesco.

IMG_2064 (2)

Não esperem grandes monumentos. Esperem muita história. Compreender a ilha é o principal interesse.

IMG_2040 (2)

IMG_2118 (2)

Originalmente a igreja não tinha esta configuração e actualmente, para além de igreja é também o farol.

IMG_2129 (2)

IMG_2127 (2)Suomenlinnan kirkko

IMG_2066 (2)

IMG_2070 (2)Sveaborgs varv ou Estaleiro Naval e Escola Naval

IMG_2077 (2)

IMG_2081 (2)1Andei toda a manhã com as duas portuguesas. Arranjámos um mapa da ilha no posto de Turismo e seguimos uma rota. Foi agradável voltar a ouvir português. Lá, cheguei ao ponto de pensar em inglês. God!

IMG_2084 (2)2

Depois, na hora do almoço, fiquei pela ilha a vaguear. Fiz inclusive um piquenique. (Sim, ataquei o frigorífico da minha amiga).

IMG_2102 (2)3IMG_2090 (2)Ratas? Oi?

IMG_2085 (2)

IMG_2135 (2)

Comprei grande parte das minhas lembranças aqui, na ilha, no museu. Achei que os preços eram mais baixos e com melhor qualidade.

IMG_2139 (2)

IMG_2137 (2)Merisotakoulu, Pikku-Musta

IMG_2038 (2)

No regresso, parei neste café e bebi um café bem quente. Sim, no inverno temos que fazer paragens em espaços quentes e beber algo que nos aqueça. Foi um conselho de um finlandês.

Não tirei fotos ao interior (damn!) mas era um mimo o espaço. Minúsculo, mas muito acolhedor.

IMG_2148 (2)

IMG_2145 (2)

Regressei por volta das 15h. Apanhei o barco novamente e … que torres verdes são aquelas ali ao fundo?

IMG_2186 (2)

Wow, não tinha visto esta igreja em roteiros e nem tinha reparado nela quando fui vaguear pela cidade. É linda, maravilhosa, talvez a melhor de Helsínquia.

IMG_2181 (2)

A Igreja de São João ou Johanneksenkirkk é uma igreja luterana, projectada pelo arquitecto sueco Adolf Melander, em estilo neogótico. Foi construída entre 1888 e 1893.

IMG_2167 (2)

A acústica do espaço é maravilhosa e fiquei a assistir a um concerto, por breves instantes.

IMG_2163 (2)IMG_2179 (2)

Sai a correr da igreja. Tinha pensado em fazer uma surpresa antes de todos chegarem do trabalho. Eram 16h e eu ainda andava por ali.

Fui ao supermercado perto de casa e comecei a procurar pelos ingredientes para fazer o meu fantástico bolo de chocolate. Oh my god, foi a parte mais difícil. Entender rótulos em finlandês, sueco ou russo não é o meu forte, por isso, nem sabia se levava farinha adequada para bolos. E entendi naquele momento que a vida é mesmo muito cara lá, porque com o dinheiro que gastei nos ingredientes, quase que abria uma pastelaria cá.

Sabiam que nos supermercados lá, há um local para reciclar garrafas e que depois nos retribuem com mais ou menos 0,15€/garrafa? Esse dinheiro é devolvido ou trocado por produtos no supermercado.

17269084_1272957762759635_1698163800_o (2).jpg

(Os ovos mais branquinhos que vi em toda a minha vida!)

Acabámos o dia/noite num Pub – Molly Malone’s Irish Bar – que eu adorei. Recomendo a ida, porque o ambiente é muito bom e há quase todas as noites música ao vivo.

17310423_1272958062759605_785194035_o (2)

O dia seguinte ia ser muito cansativo e ia ser ainda mais engraçado conseguir levantar o rabo da cama com apenas 4 horas de sono. No próximo post irei revelar o destino do roteiro do dia 5 na Finlândia.

Até ao próximo post,

Sofia

Anúncios

One thought on “Hei Helsinki! # Dia 4/6

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s