Ó Porto! #Dia 1/3

Já andávamos a falar de ir ao Porto há muito tempo e decidimos fazer-lhe uma visita. A cidade merece e porque é uma região que não conhecíamos, foi uma escolha fácil, entre todas as hipóteses pensadas para esses dias.

Foi num fim-de-semana prolongado que organizámos a roadtrip. Optámos pelo carro, pela facilidade de horários e pela deslocação. Partimos bem cedo e chegámos à cidade invicta pelas 11h .

IMG_3811 (2)

Um dos primeiros pontos de passagem foi a Igreja de Santo Ildefonso, localizada no centro do Porto, uma das igrejas mais importantes da cidade.

A Igreja tem cerca de 11.000 azulejos que ornam as fachadas, da autoria de Jorge Colaço (o mesmo autor dos azulejos da Estação ferroviária de S. Bento, no Porto), colocados a 31 de Dezembro de 1931.

IMG_3823 (2)1

Por ruelas e calçadas (lá fomos nós), já cantava Rui Veloso. E vai-se respirando arte.

IMG_3832 (2)

IMG_3838 (2)

Na parte da manhã e antes de almoçar, conseguimos visitar a e descer até ao Palácio da Bolsa, onde iríamos no período da tarde. Na visitámos o seu interior e desfrutámos da paisagem. Podem conhecer o interior da Sé gratuitamente, embora a visita aos claustros seja paga.

IMG_3903 (2)

IMG_3860 (2)

A Igreja foi sofrendo alterações ao longo dos séculos. A sua construção data do século XII/XIII, em estilo românico, até à sua alteração final, numa reconstituição idealizada da catedral medieval, já no século XX.

IMG_3873 (2)

IMG_3893 (2)

O Pelourinho da Sé do Porto tem apenas 70 anos. Surpreendidos? À primeira vista, quer pelo estilo rococó quer pela envolvente secular da Sé Catedral, este belo pelourinho parece revestir-se de uma respeitosa antiguidade. Mas na verdade foi edificado na sequência da demolição dos edifícios envolventes à Sé, Casa do Cabido e Paço Episcopal, levada a cabo pela política nacional implementada pelo Estado Novo. As obras ficaram concluídas em 1940, com o novo terreiro lajeado. O pelourinho que hoje vemos é uma reconstituição de uma gravura de 1797 e foi inaugurado em 1945.” (texto retirado de Porto Envolto)

IMG_3907 (2)

Fomos descendo, em direcção ao Palácio.

IMG_3917 (2)

IMG_3918 (2)

O Palácio da Bolsa encontra-se perto da ribeira, na zona mais baixa da cidade. A visita é (obrigatoriamente) guiada e está disponível em 3 ou 4 idiomas, pelo que optámos pelo português (óbvio) mas só seria possível pelas 15h. Decidimos por isso, alterar os nossos planos e visitar a zona dos Clérigos e fazer a nossa refeição por lá.

IMG_3950 (3)Miradouro das Virtudes

IMG_3953 (2)

IMG_3965 (2)

IMG_3979 (2)

O Brick Clérigos foi uma das nossas opções para almoçar mas parece que o restaurante é tão procurado que funciona sempre com marcação. Ficará para uma próxima. Optámos pelo Steak ‘n Shake, a 5min dos Clérigos e não nos arrependemos. Os hambúrgueres são deliciosos e os batidos igualmente saborosos. Vejam aqui o post sobre a hamburgueria.

IMG_3988 (2)

IMG_3990 (2)

De Barriga cheia, fomos em direcção ao Palácio da Bolsa. Pelo caminho tivemos oportunidade de ver outros cantinhos e outras ruelas.

IMG_4021 (2)

Fizémos ainda uma paragem na Igreja do Carmo e na Igreja dos Carmelitas Descalços. São uma ao lado da outra, mas propriamente coladinhas. A segunda pertencia ao Antigo Convento, mas ambas foram executadas ao estilo Barroco e na mesma época.

Visitem o interior, que é naturalmente rico, como ditava a época.

IMG_4013 (2)À esquerda, a Igreja dos Carmelitas Descalços e à direita a Igreja do Carmo

Pontualmente chegámos ao Palácio, estávamos ansiosos. Pois bem, era um dos ex-libris da cidade e o Salão Árabe estava na mente da Sofia como um dos pontos a fazer check.

IMG_4086 (2)A biblioteca

2.jpg

O Palácio da Bolsa foi construído no séc XIX para que os comerciantes da cidade do Porto conseguissem estabelecer e discutir os seus negócios num local apropriado, após o fecho da Casa da Bolsa do Comércio.

IMG_4093 (2)3Pátio das Nações

Ao longo da visita guiada é possível perceber um pouco da história, da arquitectura e das pessoas que marcaram o Palácio, alguns muito prestigiados como Gustave Eiffel. Curiosamente Eiffel não esteve no Palácio, nem tinha nenhum escritório ali, mas foi feita uma sala em sua homenagem.

IMG_4120 (2)Sala de Homenagem a Eiffel

IMG_4124 (3)4.jpgSala das Assembleias Gerais

Uns anos mais tardes é inaugurado o tão esperado Salão Árabe, após 20  anos de trabalho em estuque, carregada de mensagens árabes, em que se fazia referência à rainha D. Maria II e a Alá. (Também não entendemos a último parte)

IMG_4149 (2)

IMG_4161 (2)

A visita demorou cerca de 30 minutos. E para quem acha que é muito tempo, soube-nos a pouco, muito pouco mesmo. Se vale a pena o dinheiro? Vale, mas preferia que houvesse mais tempo para apreciar os espaços e os seus detalhes.

IMG_4175 (2)

IMG_4106 (2)

Seguimos então para a zona da Ribeira. Junto ao Palácio, virada para o rio, está a Igreja de São Francisco. Não chegámos a visitar o seu interior, ficará para uma próxima, mas a vista para o Douro vale bem a pena.

IMG_4059 (2)5.jpg

Bolas, tínhamos que voltar a subir tudo para ir buscar o carro ao parque de estacionamento.  E que bela subida, ufa!

IMG_4194 (2)Estação de São Bento6.jpg

Chegámos ao apartamento e wow! Mas isso ficará para um próximo post.

(Entusiasmámo-nos muito?)

Sofia & Sérgio

Anúncios

One thought on “Ó Porto! #Dia 1/3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s